Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/919
Title: Maus-tratos, resiliência e desenvolvimento moral: uma investigação ecológico-cognitiva com adolescentes institucionalizados.
Authors: Santos, Patrícia Maria Correia dos
Keywords: Maus-tratos
Resiliência em adolescentes
Desenvolvimento moral
Institucionalização
Estórias de vida
TMPS
Issue Date: Mar-2014
Citation: Santos, P.M.C. (2014). Maus-tratos, resiliência e desenvolvimento moral: uma investigação ecológico-cognitiva com adolescentes institucionalizados. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal.
Abstract: No presente estudo, visamos investigar a configuração das interações entre maus-tratos, processo de resiliência e desenvolvimento do juízo moral em adolescentes colocados em Lares de Infância e Juventude, na sequência de uma Medida de Acolhimento Institucional de acordo com a Lei n.º 147 de 1 de setembro de 1999 (alínea f). O objetivo principal do presente estudo consiste em analisar o modo como os processos de resiliência e o desenvolvimento do juízo moral de adolescentes acolhidos em Lares de Infância e Juventude são afetados pela vivência passada de maus-tratos intrafamiliares e pela experiência de institucionalização. Pretendemos igualmente identificar outros fatores de risco e fatores de proteção e elucidar o seu impacto sobre o nível de resiliência e o desenvolvimento cognitivo-moral dos sujeitos. No estudo empírico, utilizou-se uma metodologia mista, incluindo instrumentos de recolha e análise de dados quantitativos e qualitativos, a fim de possibilitar a articulação entre a construção subjetiva de sentido (a autointerpretação das vivências) e a comparação de resultados mensuráveis de processos sociocognitivos. A amostra inclui, no estudo quantitativo, um grupo de adolescentes institucionalizados (N=30) e um grupo de comparação constituído por adolescentes não institucionalizados (N=32), equivalentes quanto à idade. Quanto ao estudo qualitativo, foi utilizada uma sub-amostra (N=8) do grupo de adolescentes institucionalizados, selecionada de acordo com os princípios da amostragem teórica da Grounded theory. Os resultados indicam que os adolescentes institucionalizados apresentam níveis inferiores de resiliência e de desenvolvimento moral, comparativamente com o grupo de adolescentes não institucionalizados. A estrutura e a temática das estórias de vida dos adolescentes institucionalizados concentram-se em episódios nucleares, onde a memória do passado se articula com a imaginação do futuro, permitindo identificar padrões narrativos de resiliência e de vulnerabilidade que refletem as suas trajetórias e ecolo gias psicossociais de desenvolvimento.
In this study, we aim to investigate the configuration of the interactions between maltreatment, process resilience and development of moral judgment in adolescents placed in homes for children and youth, following a Measure of Institutional Childcare according to Law nº. 147 of September 1, 1999 (f). The main objective of this study is to examine how the processes of resilience and the development of moral judgment in adolescents welcomed into homes for children and youth are affected by past experience of intra-family abuse and the experience of institutionalization. We also want to identify other risk factors and protective factors and elucidate their impact on the level of resilience and cognitive moral development of the subject. In the empirical study, we used a mixed methodology, including tools for collecting and analyzing quantitative and qualitative data, to enable the linkage between subjective construction of meaning (the auto interpretation of experiences) and the comparison results of measurable socio-cognitive processes. The sample includes the quantitative study, a group of institutionalized adolescents (N=30) and a comparison group consisting of non-institutionalized adolescents (N = 32), equivalent in terms of age. Regarding qualitative study, a sub-sample (N = 8) of the institutionalized adolescents group selected in accordance with the principles of theoretical sampling grounded theory was used. The results indicate that institutionalized adolescents with low er levels of resilience and moral development, compared with the group of non-institutionalized adolescents. The structure and themes of the stories of life of institutionalized adolescents focus on nuclear episodes, where the memory of the past is linked to the imagination of the future, allowing to identify life-story patterns of resilience and vulnerability that reflect their trajectories and psychosocial developmental ecologies.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia.
URI: http://hdl.handle.net/11328/919
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bibliografia e Anexos.pdfBibliografia e Anexos806.38 kBAdobe PDFView/Open
Capa CD daTese.pdfCapa de CD1.22 MBAdobe PDFView/Open
Capa da tese.pdfCapa da Tese2.27 MBAdobe PDFView/Open
Folha de rosto.pdfFolha de rosto133.7 kBAdobe PDFView/Open
Páginas iniciais.pdfPáginas Iniciais268.2 kBAdobe PDFView/Open
TMPS35.pdfTese TMPS 35791.28 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.