Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/67
Title: Cultura e Diversidade de Públicos: um estudo de caso.
Authors: Teixeira, Rute Priscila Magalhães Alves
Keywords: Cultura
Valorização da cultura
Públicos da cultura
Diversidade cultural
TME
Issue Date: 2012
Citation: Teixeira, R. P. M. A. (2012). Cultura e Diversidade de Públicos - um estudo de caso. Dissertação de Mestrado em Ciências de Educação.
Abstract: É um fato que as Sociedades atuais entendem a Cultura como sendo algo que faz parte da sua história. Pensar a Cultura é ter uma consciência coletiva cada vez mais apurada para o valor do Património Histórico e riqueza etnográfica que carateriza o nosso país, sendo este um fator revelador de identidade e de pertença cultural. É patente todo o esforço que tem sido realizado em prol da defesa do Património Cultural. Estas dinâmicas encontram-se presentes nas várias ações que visam proteger, conservar e restaurar todo um legado histórico, considerados como incumbências não só do Estado, mas também do cidadão-comum. Preservar a Arte e a Cultura é proporcionar às gerações vindouras os vestígios materiais e imateriais de milénios de história humana e de identidade cultural. Valorizar a Cultura é permitir que cada cidadão tenha um Património que se traduz num esforço coletivo, pelo aprimoramento de valores espirituais, materiais e imateriais que caracterizam um Povo. Viver num Mundo Cultural significa viver numa Sociedade cada vez mais plural, marcada pela grande diversidade. Se Cultura diz respeito a tudo aquilo que envolve o Homem enquanto Ser Social, ficando este sujeito, á transmissão de valores morais e éticos, e de um legado histórico que por um lado, condiciona o seu desenvolvimento enquanto Pessoa, e por outro, define a sua identidade, não se pode dissolvê-la do conceito de Públicos da Cultura. Entender a diversidade de Públicos da Cultura permite-nos apreender que as Instituições Culturais possam descobrir respostas adequadas para a atual questão dos novos Públicos. A realidade dos Públicos da Cultura não diz respeito a uma realidade universal e estática, exatamente porque esta varia consoante os diferentes contextos: histórico, individual, institucional, social e cultural. A diversidade cultural vai maximizar as possibilidades de escolha e de acesso em termos culturais a todos os grupos sociais. Desta forma estaremos a contribuir para o acesso a uma existência intelectual, moral, afetiva e espiritual satisfatória de todos perante a Cultura. Abstract It is a fact that companies understand the current culture as something that is part of its history. Reflecting on the Culture is to have a collective consciousness more accurate value for the wealth of historical and ethnographic heritage that characterizes our country, so this factor reveals a part of identity and culture. It is clear that every effort has been made in defense of cultural heritage. These dynamics are present in the various actions to protect, conserve and restore an entire historical legacy, not only regarded as responsibilities of the state, but also the common citizen. Preserving Art and Culture is to provide future generations MATERIALS traces of millennia of human history and cultural identity. And so, this awareness so diligently for the preservation and enhancement of Cultural Heritage, which contributes to the values of the past are kept. Perpetuate the collective memory is a form of publicizing the cultural values that transcend our Company, as relics that bring the historical legacy and identity of a society. Valuing Culture is to allow each citizen has a heritage which is reflected in a collective effort, the improvement of spiritual and material values that characterize a people. Living in a World Cultural means to live in an increasingly plural society, marked by great diversity. If Culture refers to everything that involves the Man as Social Being, getting this guy, will transmit moral and ethical values, and a historical legacy on the one hand, affects their development as a Person, and on the other, defines the its identity, it can dissolve the concept of public Culture. Understanding the diversity of Public Culture allows us to grasp the Cultural Institutions may find appropriate responses to the current issue of new audiences. The reality of Public Culture is not about a static and universal reality, precisely because it varies according to different contexts: historical, individual, institutional, social and cultural. Cultural diversity will maximize the possibilities of choice and access in terms of culture to all social groups. Thus we will contribute to access to a life of intellectual, moral, emotional and spiritual satisfaction of all before the culture.
URI: http://hdl.handle.net/11328/67
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TME 483.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.