Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/604
Title: A evolução da sustentabilidade no ambiente construído: projecto e materiais dos edifícios.
Authors: Colaço, Luís Manuel de Miranda
Keywords: Sustentabilidade - ambiente construído
Ambiente construído - Projectos e materiais
Arquitectura - sustentabilidade
Issue Date: 2008
Citation: Colaço, L.M.M. (2008). A evolução da sustentabilidade no ambiente construído: projecto e materiais dos edifícios. (Tese de doutoramento), Universidade Portucalense, Portugal.
Abstract: Nas recentes décadas, o relacionamento entre a Humanidade e o ambiente desenvolveu-se fortemente, em especial com o aumento populacional em grande parte concentrado em torno das cidades e nas zonas costeiras. Seguramente, com o passar dos tempos, a preocupação e a participação dos cidadãos nas questões ecológicas e ambientais tornou-se mais frequente em todo o mundo e, recentemente a relação e ligação dessas questões com os aspectos sociais e económicos tem conduzido à concepção e ao aparecimento de um novo paradigma denominado sustentabilidade. De acordo e no âmbito desta tese são estudados a origem, a evolução e a exequibilidade para aplicar o conceito de sustentabilidade no ambiente construído e em particular no sector da construção civil. Neste estudo foram adoptados os critérios e principais documentos das Nações Unidas sobre a sustentabilidade. Para adaptar e aproximar os princípios da sustentabilidade ao ambiente construído e ao sector da construção de edifícios, é necessário o aparecimento de padrões e indicadores fiáveis capazes de serem relacionados e estarem de acordo com as recentes normas e especificações para o sector da construção civil. Integrar os conceitos e os princípios da sustentabilidade para o ambiente construído e em particular para o sector da construção civil, nos aspectos conceptuais e pragmáticos - aspectos bem distintos - deve ser um caminho a trilhar e uma tarefa comum tendo em conta a elevada quantidade dos assuntos teóricos e empíricos a tratar. A pesquisa em torno do tema e a escrita desta tese foram organizadas em sete capítulos. No capítulo I encontra-se a descrição da introdução, da justificação e em especial a metodologia apresentada, sendo esta a linha condutora e núcleo principal da tese. No capítulo II são expostos a evolução e o debate sobre o desenvolvimento sustentável, uma revisão bibliográfica e os conhecimentos do “estado da arte” sobre este tema. No capítulo III, sistematizam-se os métodos, as técnicas e ferramentas de avaliação da sustentabilidade em geral, do ambiente construído e particularmente do sector da construção são aqui enumerados e, como exemplo, citam-se os relativos à avaliação técnica do Ciclo de Vida dos produtos e processos, à análise de decisão multicritério, à avaliação dos impactos ambientais, aos padrões das normas ISO 14 000, etc. As questões anteriores e a respectiva sistematização fornecem os conhecimentos e informações necessárias para articular uma melhor proposta que, partindo necessariamente de um projecto de arquitectura e demais projectos para os sistemas construtivos torne os projectistas, arquitectos e engenheiros e todo o sector da indústria da construção, mais empenhados e responsabilizados com este novo paradigma denominado “ambiente construído sustentável”. Este é o principal tema da tese, expresso nos capítulos IV e V, em conjunto com a avaliação ambiental aqui proposta para as primeiras fases do projecto (o de arquitectura e os das especialidades e sistemas construtivos)., nos quais as premissas para uma construção sustentável passam pelo apoio de ferramentas cujo escopo é o da avaliação dos índices de sustentabilidade para as variantes de projecto, dos materiais e dos sistemas e processos construtivos. A operacionalidade dos conceitos relativos à preservação dos recursos naturais implicando a minimização dos desperdícios através do reuso e reciclagem dos materiais da construção (com a desconstrução segundo uns ou desmaterialização segundo outros) e a qualidade do ar no interior dos edifícios são algumas das grandes preocupações no estado actual da construção civil. A maioria destes conceitos, levados à prática, pode ser observada em experimentações, algumas pioneiras, que aparecem citadas no Capítulo V. No Capítulo VI apresenta-se o estudo de um caso em que, na fase de projecto, se fez uso de uma ferramenta para avaliar os impactos potenciais derivados da futura construção. A ferramenta utilizada foi o Envest, um programa desenvolvido pelo BRE - Building Research Establishment (1999). Neste estudo ensaiaram-se cinco soluções, de que se apresentam os resultados. O indicador utilizado foi o Ecoponto e as soluções alternativas em estudo foram escolhidas através da minoração dos ecopontos para além dos critérios arquitectónicos e estéticos. No final apresentam-se as tabelas com a sistematização dos resultados, e em gráficos,a correlação de algumas das variáveis do projecto. Este processo de avaliação ainda na fase de projecto, com o auxílio do Envest, aponta para uma boa prática na avaliação da sustentabilidade das futuras construções. Estamos confiantes de que estas indicações fornecem aos projectistas, arquitectos e engenheiros, uma visão holística possibilitando apontar soluções alternativas que minimizem os impactos associados à construção e às actividades adstritas ao ciclo de vida da construção. Por fim no Capítulo VII, enunciam-se as conclusões e recomendações que reflectem e estão de acordo com a pesquisa e resultados elaborados nesta tese. In recent decades, the relationship between humankind and the environment has grown stronger. Indeed, over time the concern and active participation of citizens in ecological and environmental issues are becoming more frequent world wise, and more recently the link from those issues to social and economic issues is leading to a new paradigm called sustainability. According, through this doctoral thesis the origin, evolution, and feasibility to applied operational sustainability in the environment building, is studied. In this academic work the criteria from the main United Nations documents about sustainability has been adopted. To approach sustainability principles for the construction sector, the conceptualization and the practically – quite different – aspects must be addressed in order to join them in a common task, taking into account the number of theoretical and empirical themes to deal with. The research and the thesis writing were organized on seven chapters. In the chapter I, the core of the thesis, the methodology and the base line are set out and because the introduction and justification are also presented. In the Chapter II is where the evolution and sustainable development debate are exposed - is the state of art. The sustainable construction assessment techniques are development related to the technical items e.g. life-cycle assessment, multi-attribute decision analysis, the environmental impact assessment, ISO 14 000 standards, etc. The previous parts provide enough knowledge and information for conducting a proposal to a more responsible construction sector through, the so called, sustainable construction. That is the subject core of the thesis, which is in the Chapter IV and in the Chapter V where the fundamental premises for sustainable construction, and with identical importance, the architectural design must take place from the beginning stage. The premises for the related resources conservation, minimizing waste through re-use and recycling materials, and construction quality, nature protection, and indoor air quality, are present. The sustainable aim requires a benchmark in order to set out the measures to be taken into approaching sustainability. To support that process the Chapter VI is oriented to decide the design and the choice of the materials, even through that concepts is something that cannot be gauged in most cases, and whenever possible not necessarily would it be in the quantitative way. To carry out such assessment, a real study has been chosen. Then a set of indicators was related with the materials selection and others building characteristics. The building materials selection was done through a quasi-sustainable assessment method in order to assist the building designer and the engineer in the early stage of the project. The main outcome is contained in the Chapter VII, with the conclusions and recommendations proposals. The goal, in this thesis, is to give to the architects and engineers a global vision covering some interference that occurs between buildings and the environment, pointing some reachable solutions to minimize the environmental impacts associated to the activities developed during all the life cycle of buildings constructin.
URI: http://hdl.handle.net/11328/604
Appears in Collections:Teses de Doutoramento / PhD Thesis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TDH 32.pdf1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.