Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/563
Title: O Ensino da geometria à luz do novo programa: Uma experiência com alunos do 7.º ano.
Authors: Viamonte, Ana Júlia, orientador científico
Santos, Nazaré Albina Rodrigues dos
Keywords: Geometria
Tarefas de exploração/investigação
Comunicação matemática
Ambientes de geometria dinâmica
Materiais manipuláveis
TMMAT
Issue Date: 2011
Citation: Santos, N.A.R. (2011). O Ensino da Geometria à luz do Novo Programa: Uma experiência com alunos do 7.º ano. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/563.
Abstract: A importância da Geometria nos currículos de Matemática tem vindo a variar ao longo dos tempos. Restringindo-nos a geometria do terceiro ciclo do Ensino Básico, neste trabalho faz-se uma análise do reajustamento que em 2007 foi introduzido ao anterior Programa de Matemática de 1991: que importância tem e como foi abordada neste Novo Programa. Para o efeito, pôs-se em prática uma experiencia em que se procurou responder as seguintes questões: a) De que forma as tarefas de exploração/investigação levam os alunos com mais dificuldades a envolverem-se nas actividades de sala de aula? b) As tarefas de exploração/investigação e de resolução de problemas promovem o desenvolvimento da competência geometria dos alunos? c) O ambiente na sala de aula influencia a perspectiva que os alunos têm da geometria? No espírito do Novo Programa de Matemática, planeou-se uma unidade de geometria do 7.o ano de escolaridade, explorando várias vertentes da aprendizagem da matemática, tais como: a comunicação matemática, a construção geométrica, a resolução de problemas, a demonstração e a análise de propriedades geométricas. Foram testadas na sala de aula diversas tarefas de exploração/investigação, tendo os dados do estudo sido recolhidos principalmente por observação directa, apoiados pelos relatórios e registos dos alunos nas fichas de trabalho. Os resultados do estudo permitem concluir que o envolvimento dos alunos e a sua relação com a disciplina melhorou. Por ter sido uma experiencia relativamente curta, não se obteve uma melhoria significativa ao nível da avaliação quantitativa. Como conclusão somos levados a pensar que este Novo Programa de Matemática terá maior impacto se for implementado desde o inicio da escolaridade, se houver mais tempo para o ensino da Matemática, e os professores tiverem formação adequada.
The importance of Geometry in the teaching of mathematics has varied over time. Focusing on the subject of geometry in the mathematics syllabus of the Portuguese 3rd cycle of the basic education, in this work we try to evaluate the adjustments that have been made to the previous syllabus of mathematics, in practice since 1991: what does it matter and how it was approached in the new syllabus. To address the problem, we set up an experiment trying to answer some research questions: a) in which way do the exploration or investigation tasks lead the weaker students to a more engaged participation in classroom activities? b) Do the exploration/investigation tasks and problem solving activities promote the development of the geometry competence in the students? c) Does the classroom environment influence the way that students see Geometry? We have planned a whole geometry chapter according to the new syllabus, trying to use various mathematic learning strategies, such as: mathematical communication, geometry constructions, problem solving, demonstration and geometric properties. In the classroom, we tested several exploration/investigation activities and gathered the study data mainly by direct observation, supported by the students’ reports and writings in the worksheets. The study results support the conclusion that the students’ engagement and relationship with mathematics has improved a lot, even though there has not been significant improvements in their final results. If the time devoted to the experiment had been longer, the overall results would certainly have been much better. To sum up, we think that this new rearranged mathematics syllabus will have a greater impact if implemented since the early learning stages, if there is more time for the subject in the students’ timetable and adequate teacher training.
Description: Dissertação de Mestrado em Matemática/Educação.
URI: http://hdl.handle.net/11328/563
Appears in Collections:REMIT - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Acesso Restrito.pdf406.93 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.