Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/47
Title: A participação dos Pais/Encarregados de Educação no Processo Educativo: uma reflexão sobre as práticas.
Authors: Oliveira, Ana Maria Santos
Keywords: Pais
Encarregados de educação
Escola
Participação
Práticas
TME
TME
Issue Date: 2010
Citation: Oliveira, A. M. S. (2010). A participação dos Pais/Encarregados de Educação no Processo Educativo: uma reflexão sobre as práticas. Dissertação de Mestrado em Supervisão e Coordenação da Educação.
Abstract: A revolução do 25 de Abril de 1974 constituiu, em Portugal, um marco no desenvolvimento da relação que se estabelece entre a escola e a família, ao incentivar e consagrar a participação parental na escola através de uma vasta produção legislativa. No entanto, a nossa experiência profissional tem-nos revelado que essa participação é uma realidade mais nos discursos do que nas práticas, estando muitas vezes confinada a um grupo restrito de pais. Desta percepção resultou o desígnio do trabalho que nos propusemos realizar e de que esta Dissertação de Mestrado dá conta. Através de um Estudo de Caso, concretizado numa Escola Básica de 2º e 3º ciclo da área metropolitana do Porto e envolvendo um grupo de Encarregados de Educação, procurámos saber de que forma os pais se relacionam com a escola e identificar as razões pelas quais, na sua perspectiva, alguns não se empenham nesse relacionamento. Foi ainda nosso propósito determinar o que deve a escola fazer, no sentido de incentivar e promover uma real e efectiva participação parental. De facto, os dados obtidos sugerem que compete à escola reconhecer a importância do papel dos pais, como educadores e parceiros privilegiados pelo desenvolvimento educativo dos alunos, e assumir a liderança num processo de aproximação entre as duas instituições, promovendo para o efeito actividades frequentes e diversificadas de colaboração com a família. The 25th April 1974 revolution constituted in Portugal a turning point in the development of the relationship between the parents and the school because it encouraged and established parent participation at school through a vast number of laws. However our professional experience has taught us that this participation is apparently more effective on the discourse level than on the practice level and is often confined to a restricted group of parents. From this perception derived the objective of the work that we have agreed to accomplish and whose outcomes we now present. Using a Case Study, centered on a Escola Básica of 2º/3º ciclo in the metropolitan area of Porto and involving a group of parents and carers, we tried to find out how the parents relate themselves to the school and identify the reasons why, in their opinion, some of them do not engage in such a participation. It was also our goal to determine what the school should do to encourage and promote an effective and successful parental participation. In fact the data collected suggest that the school should acknowledge the parents’ role as carers and special partners in the educational development of the students and take the leadership in a closer process between both institutions, thus promoting frequent and varied activities in collaboration with the families.
URI: http://hdl.handle.net/11328/47
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TME 429 Parte 3.pdf1.71 MBAdobe PDFView/Open
TME 429 Parte 2.pdf1.38 MBAdobe PDFView/Open
TME 429 Parte 1.pdf302.51 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.