Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/4474
Title: O papel mediador do autocriticismo na relação entre o stress específico da infertilidade e a sintomatologia ansiosa e depressiva
Authors: Santos, Susana, orientador científico
Pedro, Juliana, coorientação
Alves, Micaela Patrícia Ribeiro
Keywords: Infertilidade
Stress
Autocriticismo
Sintomas depressivos e ansiosos
Mediação
Issue Date: 12-Sep-2022
Citation: Alves, M. P. R. (2022). O papel mediador do autocriticismo na relação entre o stress específico da infertilidade e a sintomatologia ansiosa e depressiva [Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, Universidade Portucalense]. Repositório Institucional UPT. http://hdl.handle.net/11328/4474
Abstract: A infertilidade é uma condição médica exigente e potencialmente indutora de stress, podendo desencadear sintomatologia ansiosa e depressiva, nas mulhe-res. No entanto, esta relação pode ser explicada por estratégias de regulação emocionais disfuncionais, como é o caso do autocriticismo. O presente estudo tem como objetivo explorar o papel mediador do autocriticismo na relação entre o stress específico da infertilidade e a sintomatologia ansiosa e depressiva. Par-ticiparam neste estudo 130 mulheres com diagnóstico de infertilidade e/ou a ten-tar conceber há mais de 12 meses, com idades compreendidas entre 18 e 45 anos. O método de amostragem foi não-probabilístico através de uma amostra-gem “bola de neve” (snowball), através de uma plataforma online. Os resultados obtidos através dos modelos de mediação mostraram efeitos diretos significati-vos na relação entre o stress específico da infertilidade e a sintomatologia ansio-sa e depressiva, indicando que maiores níveis de stress na infertilidade estão associados níveis mais elevados de sintomatologia ansiosa e depressiva. No entanto também foram identificados efeitos indiretos significativos, mostrando que esta relação pode ser mediada pelo autocriticismo. A infertilidade é uma si-tuação indutora de stress e existe uma propensão para o desenvolvimento de um diálogo interno critico, aumentando a vulnerabilidade para o surgimento de sintomatologia ansiosa e depressiva. Neste sentido, uma intervenção baseada na Terapia Focada na Compaixão, pode ser particularmente indicada para esta população.
Infertility is a demanding and potentially stress-inducing medical condition, which can trigger anxious and depressive symptoms in women. However, this relationship can be explained by emotional regulation strategies such as self-criticism. This study aims to explore the mediating role of self-criticism in the relationship between infertility-specific stress and anxious and depressive symptomatology. A total of 130 women diagnosed with infertility and/or trying to conceive for more than 12 months, aged between 18 and 45 years, participated in this study. The sampling method was non-probability through snowball sampling. Data were collected through an online platform, after the dissemination of the study on social networks created specifically for this purpose. The results obtained through the mediation models showed significant direct effects on the relationship between infertility-specific stress and anxious and depressive symptomatology, indicating that higher levels of infertility stress are associated with higher levels of anxious and depressive symptomatology. However, significant indirect effects were also identified, showing that this relationship can be explained by self-critical attitudes. Infertility is a stress-inducing situation and there is a propensity for the development of a critical inner dialogue, increasing vulnerability to the emergence of anxious and depressive symptomatology. In this sense, an intervention based on Compassion Focused Therapy may be particularly suitable for this population.
URI: http://hdl.handle.net/11328/4474
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
exemplar_2439.pdf683.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.