Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/4436
Title: Breves notas sobre a evolução recente do processo electrónico em processo civil no ordenamento português
Authors: Mesquita, Lurdes Varregoso
Keywords: E-justice
Desmaterialização do processo
Processo electrónico
Tramitação electrónica
Garantias processuais
Issue Date: 17-Mar-2021
Publisher: Iberojur; Instituto Iberoamericano de Estudos Jurídicos
Citation: Mesquita, L. V. (2021). Breves notas sobre a evolução recente do processo electrónico em processo civil no ordenamento português. Revista Ibérica Do Direito, 1(2), 187-195. Repositório Institucional UPT. http://hdl.handle.net/11328/4436
Abstract: O ordenamento português tem desenvolvido um processo gradual de aplicação das novas tecnologias de informação e comunicação (TIC) ao serviço da justiça. Com o objectivo de obter resultados céleres na satisfação da tutela judicial efectiva, implementou a desmaterialização do processo e a tramitação eletrónica nos processos judiciais, enquanto vertentes da e-justice, também defendidas ao nível do espaço europeu de justiça. À medida que emerge um novo paradigma da justiça, em que prevalece a ideia de «digital por definição», plasmado na Estratégia de Justiça Eletrónica para 2019-2023 e no Plano de ação para a justiça eletrónica europeia para 2019-2023, os Estados-Membros da União Europeia acompanham esse movimento. Recentemente, em Portugal, a alteração do regime de tramitação eletrónica dos processos judiciais (Decreto-Lei n.º 97/2019, de 26 de julho) mostrou essa intenção. Porém, é essencial, em nome das garantias dos cidadãos, que este fenómeno digital não ponha em causa a realização da Justiça e os direitos fundamentais. Neste contexto e baseado na análise crítica legislativa, o presente estudo visa: i) apresentar o quadro europeu da e-justice, na vertente da desmaterialização do processo; ii) analisar os traços essenciais das recentes alterações ao processo electrónico português; iii) aferir da sua compatibilidade com as garantias processuais. A análise dos quadros legais, europeu e doméstico, suportada nos princípios processuais gerais e nas garantias processuais, permite concluir que a desmaterialização do processo e a tramitação electrónica são já uma realidade bastante desenvolvida nos litígios internos e que se prevê venha a ser aprofundada nos litígios transfronteiriços, em especial através da interoperabilidade. Contudo, todo este desenvolvimento não está isento de dificuldades e deverá ser concretizado com respeito pelas garantias processuais.
URI: http://hdl.handle.net/11328/4436
ISSN: 2184-7487
Appears in Collections:IJP - Artigos em Revistas Nacionais / Papers in National Journals



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.