Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/3622
Title: Análise da estrutura de financiamento e de capitais de uma amostra de empresas industriais
Authors: Pacheco, Luís Miguel, orientador científico
Granado, Pedro Manuel Nogueira
Keywords: Endividamento
Estrutura de capital
Setor têxtil e setor de vestuário
Issue Date: 28-Jul-2021
Citation: Granado, P. M. N. (2021). Análise da estrutura de financiamento e de capitais de uma amostra de empresas industriais. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/3622
Abstract: A Indústria Têxtil e Vestuário (ITV) portuguesa é um dos setores mais importantes da economia nacional, sendo responsável por cerca de 138 mil trabalhadores diretos, um volume de negócios de 7,6 mil milhões de euros e cerca de 10% das exportações nacionais. É igualmente um dos poucos setores de atividade com um saldo positivo na balança comercial de bens e encontra-se, na sua maioria, localizado na região norte de Portugal. Este trabalho de projeto analisa os determinantes da estrutura de capital nas empresas do setor têxtil e do vestuário em Portugal. O objetivo é o de obter evidência empírica sobre o papel dos fatores específicos da empresa na decisão da estrutura de capital. O estudo foi desenvolvido através de uma análise empírica da relação entre um conjunto de oito variáveis das caraterísticas das empresas, escolhidas a partir da revisão de literatura, e três indicadores de endividamento selecionados (endividamento total, endividamento de médio e longo prazo e endividamento de curto prazo). A metodologia utilizada consiste na estimação de um modelo de regressão linear múltipla com recurso ao método dos mínimos quadrados (OLS) durante o período 2015-2019, utilizando dados anuais de 449 empresas retirados da plataforma SABI, de modo a analisar os impactos manifestados e o seu valor explicativo. O estudo apresenta evidências do maior poder explicativo para o endividamento a curto prazo. Apesar disto, apenas as hipóteses testadas para as variáveis “oportunidades de crescimento” e “dimensão” foram validadas, tal como sugerido na teoria, respetivamente, nas suas relações com o endividamento a curto e a médio/longo prazo. Os resultados indicam que as teorias financeiras sobre a estrutura de capital, por si só, não fornecem uma explicação sobre como as empresas analisadas estão financiadas neste setor específico. Por fim o estudo evidência que as empresas do setor têxtil e do vestuário tendem a depender excessivamente da dívida de curto prazo. Uma limitação encontrada neste trabalho foi o facto de restringir o foco a apenas dois setores empresariais e para um número limitado de empresas. Adicionalmente, a metodologia econométrica empregue também poderia ser mais desenvolvida.
The Portuguese Textile and Clothing Industry (ITV) is one of the most important sectors of the national economy, being responsible for around 138,000 direct workers, a turnover of 7.6 billion euros and around 10% of national exports. It is also one of the few sectors of activity with a positive balance in the balance of trade in goods and is mostly located in the northern region of Portugal. This project work analyzes the determinants of capital structure in textile and clothing companies in Portugal. The objective is to obtain empirical evidence on the role of company-specific factors in the decision of the capital structure. The study was developed through an empirical analysis of the relationship between a set of eight variables of company characteristics, chosen from the literature review, and three selected indebtedness indicators (total indebtedness, medium and long-term indebtedness and short indebtedness deadline). The methodology used consists of estimating a multiple linear regression model using the least squares method (OLS) during the period 2015-2019, using annual data from 449 companies taken from the SABI platform, in order to analyze the manifested impacts and the its explanatory value. The study presents evidence of greater explanatory power for short-term indebtedness. Despite this, only the tested hypotheses for the variables “growth opportunities” and “size” were validated, as suggested in the theory, respectively, in their relationships with short and medium/long-term indebtedness. The results indicate that the financial theories about the capital structure, by itself, do not provide an explanation about how the analyzed companies are financed in this specific sector. Finally, the study shows that companies in the textile and clothing sector tend to rely excessively on short-term debt. A limitation found in this work was the fact that it restricts the focus to only two business sectors and to a limited number of companies. Additionally, the econometric methodology employed could also be further developed.
URI: http://hdl.handle.net/11328/3622
Appears in Collections:REMIT - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
exemplar_2116.pdf874.75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.