Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/3276
Title: Significado de vida e bem-estar na idade avançada: Um estudo em idosos com e sem apoio institucional
Authors: Miguel, Isabel, orientador científico
Alves, Daniela Filipa Dias
Keywords: Significado de vida
Bem-estar
Idosos com e sem apoio institucional
Issue Date: 10-Dec-2020
Citation: Alves, D. F. D. (2020). Significado de vida e bem-estar na idade avançada: Um estudo em idosos com e sem apoio institucional. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/3276
Abstract: São vários os desafios que se colocam perante o acentuado envelhecimento demográfico que caracteriza as sociedades atuais. Neste contexto, adquirem particular relevância os estudos que procuram compreender os fatores promotores do bem-estar em idade avançada. O presente estudo teve como objetivos proceder a uma análise comparativa do significado de vida e dos níveis de bem-estar numa amostra de idosos com e sem apoio institucional, bem como analisar a influência do significado de vida no bem-estar destes idosos. Um total de 200 participantes respondeu a um inquérito por questionário. Os resultados das análises comparativas revelaram que os idosos sem apoio institucional revelam níveis estatisticamente superiores de depressão, stress, equilíbrio, envolvimento, controlo de si, felicidade e procura de significado de vida. Paralelamente, os resultados das análises de regressão evidenciaram que, globalmente, a presença de significado de vida é um preditor positivo da satisfação com a vida e dos afetos positivos, e que a procura de significado de vida surge associado a indicadores negativos de bem-estar, nomeadamente aos afetos negativos, depressão, stress e ansiedade. São discutidas as implicações dos resultados para a compreensão do bem-estar em idade avançada e para a intervenção direcionada a este público-alvo.
There are several challenges facing the sharp demographic aging that characterizes today's societies. In this context, studies that seek to understand the factors that promote well-being in old age are particularly relevant. The present study carried out a comparative analysis of the meaning of life and levels of well-being in a sample of elderly people with and without institutional support, as well as analyzed the influence of the meaning of life on the well-being of these elderly people. A total of 200 participants answered a questionnaire. The results of the comparative analyzes revealed that the elderly without institutional support reveal statistically higher levels of depression, stress, balance, involvement, self-control, happiness and search for meaning in life. At the same time, the results of the regression analyzes showed that, globally, the presence of meaning of life is a positive predictor of satisfaction with life and positive affects, and that the search for meaning of life appears associated with negative indicators of well-being, namely negative affects, depression, stress and anxiety. The implications of the results for the understanding of well-being at an advanced age and for the intervention directed at this target audience are discussed.
URI: http://hdl.handle.net/11328/3276
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
exemplar_1920.pdf557.05 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.