Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/3259
Title: Apoio social, qualidade de vida e bem-estar em pessoas de idade avançada
Authors: Miguel, Isabel, orientador científico
Fernandes, Sara M., orientador científico
Silva, Filipa Sousa
Keywords: Envelhecimento
Apoio social
Qualidade de vida
Bem-estar
Depressão
Issue Date: 3-Dec-2020
Citation: Silva, F. S. (2020). Apoio social, qualidade de vida e bem-estar em pessoas de idade avançada. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/3259
Abstract: O envelhecimento da população é uma realidade cada vez mais presente, sendo um dos principais desafios da atualidade. Portugal é o terceiro país mais envelhecido na União Europeia (Pordata, 2020). O objetivo deste trabalho é avaliar a perceção de apoio social, qualidade de vida e bem-estar subjetivo em idosos. Participaram neste estudo 65 idosos com idades compreendidas entre os 65 e os 95 anos. A recolha de dados decorreu entre 4 de maio e 6 de julho de 2020, em formato online, onde se aplicaram os instrumentos: LSNS-6, WHOQOL-Bref, PANAS-VPR, SWL, ESSS e o BDI-II. Os resultados revelam que existem diferenças nos domínios da QdV e bem-estar em função do género e da escolaridade. Relativamente ao isolamento social, existem diferenças na perceção de satisfação com a vida. Através das análises com recurso à regressão linear simples, foi possível verificar que o apoio social é preditor de todos os domínios da QdV, dos afetos positivos e da satisfação com a vida. No que se refere à depressão, apesar de não existirem diferenças em função do isolamento social, a maioria dos participantes apresenta pontuações compatíveis com o diagnóstico de depressão. Consideramos que este estudo contribuiu para esclarecer a importância do apoio social, sobretudo em tempos de pandemia que impuseram a todos medidas de distanciamento social.
The ageing of the population is an increasingly present reality, being one of the main challenges today. Portugal is the third-oldest country in the European Union (Pordata, 2020). The objective of this study is to evaluate the perception of social support, quality of life and subjective well-being in the elderly. Sixty-five elderly, between 65 and 95 years old, participated in this study. Collection of data started on May 4, 2020, and ended on July 6, in an online format, where the LSNS-6, WHOQOL-Bref, PANAS-VPR, SWL, ESSS and the BDI-II. The results show that there are differences in the domains of QoL and well-being according to gender and education. Regarding social distance, there are differences in the perception of satisfaction with life. Through analyses using simple linear regression, it was possible to verify that social support is a predictor of all domains of QoL, positive affects and satisfaction with life. Concerning depression, although there are no differences due to social distance, most participants have scores compatible with the diagnosis of depression. We believe that this study helped to clarify the importance of social support, especially in times of pandemic that imposed measures of social distance on everyone.
URI: http://hdl.handle.net/11328/3259
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
exemplar_1739.pdf681.38 kBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.