Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/3245
Title: Consumo de tabaco durante a gravidez: prevalência, fatores associados e intervenção para cessação tabágica
Authors: Conde, Ana, orientador científico
Baena, Antoni, orientador científico
Almeida, Rita Mendes Ribeiro Mariares de
Keywords: Gravidez
Hábitos tabágicos
Fatores sociodemográficos
Condições obstétricas
Exposição ambiental
Intervenção de cessação tabágica
Issue Date: 27-Oct-2020
Citation: Almeida, R. M. R. M. (2020). Consumo de tabaco durante a gravidez: prevalência, fatores associados e intervenção para cessação tabágica. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/3245
Abstract: De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo na gravidez é considerado um problema grave de saúde pública devido aos efeitos negativos que pode provocar no desenvolvimento fetal e na saúde da mulher grávida. O presente estudo pretendeu caracterizar o consumo de tabaco durante o período de gravidez e analisar os seus fatores associados, tendo como principais objetivos descrever os hábitos tabágicos das participantes, explorar os fatores associados ao maior risco de consumo de tabaco e aceder à perceção das gestantes sobre a intervenção na cessação tabágica. Participaram neste estudo um total de 259 mulheres grávidas com idades compreendidas entre os 18 e os 43 anos. O método de amostragem foi não-probabilístico através da técnica “bola de neve” (snowball). Os resultados, de grosso modo, vão de acordo com estudos anteriores e evidenciam diferenças entre as mulheres fumadoras e não fumadoras em termos da sintomatologia ansiosa, estado civil, escolaridade, número de filhos, exposição ao fumo ambiental e na perceção referente à intervenção na cessação tabágica, nomeadamente quais métodos e a regularidade adequados. Os resultados obtidos mostram a importância de aceder aos hábitos tabágicos da mulher durante a gravidez. Para além do possível impacto biológico negativo que o consumo de tabaco origina à gestante e ao seu bebé, verificaram-se diferenças entre gestantes fumadoras e não fumadoras. As mulheres que continuaram a fumar durante a gravidez são maioritariamente solteiras, têm níveis mais baixos de escolaridade, têm mais filhos e estão mais expostas ao fumo ambiental. Deste modo, torna-se importante monitorizar todos estes aspetos através de uma intervenção de cessação tabágica, a qual o acompanhamento profissional com regularidade semanal foi considerada a mais adequada.
According to the World Health Organization (WHO), smoking in pregnancy is considered a serious public health problem because of the negative effects it can have on fetal development and the health of pregnant women. This study aimed to characterize the consumption of tobacco during pregnancy and analyze its associated factors, having as main objectives to describe the smoking habits of the participants, to explore the factors associated with greater risk of tobacco consumption and to access the perception of pregnant women about the intervention in smoking cessation. A total of 259 pregnant women between the ages of 18 and 43 participated in this study. The sampling method was non-probabilistic through the "snowball" technique. The results, roughly, go according to previous studies and show differences between women smokers and non-smokers in terms of anxiety symptoms, marital status, education, number of children, exposure to environmental smoking and in the perception regarding smoking cessation intervention, namely which methods and the appropriate regularity. The results obtained show the importance of accessing women's smoking habits during pregnancy. Besides the possible negative biological impact that tobacco consumption causes to the pregnant woman and her baby, there were differences between pregnant smokers and non-smokers. Women who continued smoking during pregnancy are mostly single, have lower levels of education, have more children and are more exposed to environmental smoking. Therefore, it is important to monitor all these aspects through a smoking cessation intervention, which was considered the most appropriate professional follow-up on a weekly basis
URI: http://hdl.handle.net/11328/3245
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
exemplar_1750.pdf1.83 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.