Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/27
Title: Efeitos do álcool na felicidade dos adolescentes
Authors: Ramos, Genoveva Sofia Maia
Keywords: Adolescentes
Álcool
Felicidade
Prevenção
Adolescents
Alcohol
Hapiness
Prevention
TMPS
Issue Date: 2012
Citation: Ramos, G. S. M. (2012). Efeitos do álcool na felicidade dos adolescentes. Dissertação de Mestrado em Psicologia Clinica e da Saúde.
Abstract: O alcoolismo é visto como uma doença gradual, incurável e quase sempre fatal, que provoca danos a vários níveis, nomeadamente, ao nível da saúde mental e física; ao nível social; ao nível laboral e ao nível judicial. A adolescência é encarada como uma fase de transição de qualquer criança para a idade adulta. Nesta fase os consumos de álcool iniciam-se precocemente, sendo visto como um ato social, cada vez mais banal. Dado ao aumento dos consumos de álcool é cada vez mais pertinente realizar programas de prevenção, de modo a retardar o início dos consumos de substâncias lícitas, educar os adolescentes para os efeitos das mesmas. Acresce referir que é igualmente relevante avaliar a eficácia dos programas de prevenção existentes em Portugal. Este estudo tem como objetivo analisar e comparar os efeitos no sentimento de felicidade em adolescentes, do Ensino Básico e Secundário com idades compreendidas entre 13-15/16-20, que consomem ou não consomem álcool, sendo levado a cabo um estudo quantitativo. Utilizou-se para a recolha de dados um questionário com questões demográficas relevantes e uma escala de modo a avaliar a Felicidade dos adolescentes, construída por Argyle em Oxford. Os dados recolhidos foram inseridos e tratados através do programa informático SPSS versão 18 para Windows. O estudo revelou uma forte predominância no consumo de cerveja e vodka, em que o maior fator de risco é o grupo de pares. Através da escala da Felicidade, verifica- se que os adolescentes de ambas as escolaridades, não demonstram grandes danos neste sentimento, o que pode querer dizer que como ainda são muito jovens os seus consumos ainda não provocaram grandes danos, contudo, a longo prazo pode vir a diminuir os índices de felicidade, como se verifica nos adultos que recorrem ao tratamento para o alcoolismo. Alcoholism is a disease seen as progressive, incurable and almost always fatal, causing damage at various levels, including at the level of mental and physical health, social level, at work and at court. Adolescence is viewed as a phase transition of any child to adulthood. At this stage the consumption of alcohol begin early, being seen as a social act, increasingly banal. Given the increase in consumption of alcohol is increasingly pertinent to conduct prevention programs in order to delay the consumption of licit substances, educating teens to their effects. Moreover mention that it is also important to evaluate the effectiveness of prevention programs in Portugal. This study aims to analyze and compare the effects on the feeling of happiness in adolescent Primary and Secondary school aged 13-15/16-20, which consume or not consume alcohol, and carried out a quantitative study. It was used for data collection a questionnaire with demographic questions and a relevant scale to assess adolescents' Happiness, built by Argyle at Oxford. The collected data were entered and processed using the software SPSS version 18 for Windows. The study revealed a strong predominance in the consumption of beer and vodka, where the greatest risk factor is the peer group. Through the scale of Happiness, it turns out that teenagers of both schooling show no great harm in this sense, which may mean they are still very young as their consumption has not caused major damage, however, the long term can likely to reduce the rates of happiness, as seen in adults who resort to treatment for alcoholism.
URI: http://hdl.handle.net/11328/27
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 12.pdf990.49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.