Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/2586
Title: Escolarização de crianças e adolescentes hospitalizados com patologias oncológicas: estudo de caso no IPO do Porto
Authors: Formosinho, Maria das Dores, orientação científica
Jesus, Paulo Renato, orientador científico
Nascimento, Zulmira Piedade Louro de
Keywords: Escolarização hospitalar
Hospitalização de crianças
Classes hospitalares
Hospital education
Hospitalization of children
Hospital classes
Issue Date: 26-Nov-2018
Citation: Nascimento, Z. P. L. (2018). Escolarização de crianças e adolescentes hospitalizados com patologias oncológicas: Estudo de caso no IPO do Porto. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório, http://hdl.handle.net/11328/2586
Abstract: Esta pesquisa pretende analisar o tipo de escolarização proposto em contexto hospitalar, para crianças e adolescentes com hospitalização de longa duração, especialmente devido a patologias oncológicas, de modo a podermos conhecer e perceber a realidade das práticas pedagógicas e das perceções de pais, crianças/adolescentes hospitalizados, professores, educadoras de infância e enfermeiros. Realizámos um plano de investigação qualitativa, um Estudo de Caso, no Hospital IPO do Porto, para descrever e compreender a escolarização num contexto hospitalar específico. A amostra do estudo inclui 4 subgrupos: 30 pais, 24 crianças e adolescentes, 2 enfermeiras, 2 professores e 2 educadoras de infância, num total de 60 participantes. Os dados foram recolhidos no próprio Hospital através de encontros pessoais, explicando-se os objectivos e métodos da investigação aos participantes e solicitando-se a todos o seu Consentimento Informado. Como instrumento privilegiado de recolha de dados, utilizamos ―Questionários/Entrevistas sobre Escolarização e Hospitalização Infanto-Juvenil‖, construídos para o efeito e adaptados a cada um dos quatro subgrupos da amostra para permitir a comparação/triangulação de experiências e perceções relativas ao funcionamento da ―escola‖ hospitalar, incluindo os métodos e interações pedagógicas. Os dados mostram que há alguma colaboração no processo de ensinoaprendizagem entre a escola, os pais e os professores do hospital, garantindo a estabilidade do sucesso académico das crianças e adolescentes hospitalizados, embora se constate alguma desistência da frequência escolar por parte destes alunos. Os pais/tutores têm pouca informação sobre os direitos e benefícios sociais a que podem ter acesso, oferecido pelo Estado Português em situações de escolarização das crianças hospitalizadas. No Hospital IPO do Porto, as crianças e adolescentes podem manter a sua escolarização através de aulas de apoio no Hospital e através de ligações de vídeoconferência com as respetivas escolas. Alguns professores deslocam-se às residências dos alunos, quando estes não podem frequentar a escola.
This research is on the schooling‘s types in the context of hospitalization, particularly children and teenagers who are experiencing long term hospitalizations due to oncologic pathologies. We aim to access and understand the reality of pedagogical practices and several different perceptions: parents, hospitalized children and teenagers as well as their teachers, and nurses. We carried out a qualitative research plan, a Case Study, at the IPO Hospital in Porto, to describe and understand schooling in this specific hospital context. The study sample includes 4 subgroups: 30 parents, 24 children and teenagers, 2 nurses, 2 teachers and 2 kindergarten teachers, making a total of 60 participants. The data were collected at the Hospital through personal meetings, in which the main goals and methods of the investigation were explained to the participants and all their Informed Consent was requested. As a privileged instrument of data collection, we used "Questionnaires / Interviews on Schooling and Infant and Juvenile Hospitalization", created for this purpose and adapted to each one of the four subgroups of the sample to allow the comparison and triangulation of experiences and perceptions related to the functioning of the Hospital-School, including methods and pedagogical interactions. The data show that there is some collaboration in the teaching-learning process between the school, the parents and the hospital‘s teachers, guaranteeing the stability of the academic success of hospitalized children and teenagers, although there is a break in of school attendance by these students. The parents / guardians have little information about the social rights and benefits offered by the Portuguese State in schooling situations for hospitalized children. At the IPO Hospital in Porto, children and teenagers can keep their schooling through support classes at the Hospital and through videoconference links with their respective schools. Some teachers go to the students' homes when they cannot attend school.
URI: http://hdl.handle.net/11328/2586
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TME 605.pdf2.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.