Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/228
Title: Desenvolvimento organizacional na Escola Básica do 1º Ciclo: o papel do coordenador de estabelecimento.
Authors: Ribeiro, Daniela Alexandra David
Keywords: Educação
Desenvolvimento organizacional
Coordenadores de estabelecimento
Escola básica do 1º ciclo
TME
Issue Date: 2008
Citation: Ribeiro, Daniela Alexandra David (2008). Desenvolvimento organizacional na Escola Básica do 1º Ciclo: o papel do coordenador de estabelecimento. Dissertação de Mestrado em Administração e Planificação da Educação.
Abstract: A presente dissertação é resultado de um processo de investigação direccionado para a clarificação do papel organizacional assumido pela figura dos coordenadores de estabelecimento básicas do 1.º Ciclo. Reúne um retrato fiel ao nível do percurso de sedimentação histórica elementar portuguesa, cuja presença serve duas finalidades complementares: a superação de uma lacuna ainda latente ao nível da exploração bibliográfica do tema e a apropriação de todo um sentido contextual histórico que persiste em enformar as actuais dinâmicas individuais e organizacionais das escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Parte do enquadramento da escola enquanto local privilegiado de micro-políticas e da "necessidade de favorecer decisivamente a dimensão local das politicas educativas e a partilha de responsabilidades" (Decreto-Lei n.º115ª/98). Propõe um tratamento teórico ao nível da problemática da liderança e das metodologias de desenvolvimento organizacional, concentrando-se no contributo da liderança dispersa enquanto motor de dinamismo das organizações escolares tendencialmente configuradas enquanto redes de equipas auto-geridas, unidas sob a égide de um projecto educativo comum. Tal como Jesus (2000), perspectiva-se o trabalho em equipa, no sentido da resolução de problemas comuns e do fornecimento de apoio mutuo, como "a estratégia mais relevante para a prevenção e superação do mal-estar docente, para o desenvolvimento e realização profissional dos professores e para a inovação e qualidade do ensino" (idem, p.4). o estudo empírico desenvolvido procura, assim, clarificar o contexto operativo em que os coordenadores de estabelecimento se movem e o papel que efectivamente cumprem em prol do desenvolvimento institucional dos respectivos núcleos e agrupamento de escolas. Procura traduzir de forma directa a vivência e o pulsar deste agente educativo, tentando retirá-lo da obscuridade e torná-lo visível a todos aqueles que investigadores e curiosos procuram compreender e desafiar as dinâmicas estabelecidas. Ir ao encontro da realidade concreta das escolas, sem eufemismos, nem deturpações discursivas, constitui a preocupação fundamental do estudo. A auscultação de diversos agentes educativos - coordenadores de estabelecimento, docentes, associações de pais e órgãos de gestão - configurou-se crucial para a construção coerente e fiável da representação do cargo de coordenação de estabelecimento. O estudo de caso desenvolvido permitiu afirmar a sobrevalorização do domínio burocrático-administrativo dentro das incumbências associadas ao exercício do cargo e da dependência hierárquica ao nível do processo de tomada de decisão dentro do quadro de pouca relevância atribuída pelos docentes e associações de pais à acção à acção profissional coordenador de estabelecimento. Apresentou-nos, sobretudo, um contexto organizacional assente na monopolização do poder e na concretização excessiva e acrítica das soluções normativas propostas pelo actual modelo de administração e gestão escolar. Nesse âmbito, o estudo aqui compilado institui-se como reflexo da posição critica que levantamos perante essa mesma realidade.
URI: http://hdl.handle.net/11328/228
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TME 320.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.