Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/2136
Title: A participação da família no processo de ensino-aprendizagem: estudo de Caso na escola 1º de agosto na baía farta (benguela, angola)
Authors: Cardoso de Jesus, Paulo Renato
Tchimanda, João Baptista
Keywords: Processo docente educativo
Pais e encarregados de educação
Participação parental
Relação família-escola
Educational teaching process;
Parents and caregivers
Parental participation
Family-school relationship
Issue Date: Feb-2018
Citation: Tchimanda, J.B. (2018). A participação da família no processo de ensino-aprendizagem: estudo de Caso na escola 1º de agosto na baía farta (benguela, angola). (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repsoitório UPT,
Abstract: O presente trabalho aborda a participação da família no processo de ensinoaprendizagem, sob o ponto de vista de alunos, encarregados de educação, professores e Direção da Escola do 1º ciclo 1º de Agosto do Município da Baía Farta (Benguela, Angola) para se verificar de facto a influência dos pais e encarregados de Educação. O problema de investigação concerne a necessidade de promover a participação da família no processo de ensino-aprendizagem. O objetivo geral da pesquisa consiste em analisar a participação da família no processo de ensino-aprendizagem que envolve os docentes e os alunos da 7ª classe da referida escola. Quanto ao plano metodológico, trata-se de uma abordagem de investigação predominantemente qualitativa, com uma tipologia descritiva associada ao estudo de caso, não obstante alguns dados sejam analisados de forma estatística. O estudo empírico foi realizado através de entrevista (com 229 participantes no geral) e inquérito por questionários (com 196 participantes como amostra). Os resultados revelaram a passividade do funcionamento da Comissão de pais na escola, sendo que as condições sociais podem influenciar a família e a reduzida participação dos Encarregados de Educação na escola, repercutindo-se negativamente no processo de ensino-aprendizagem. Constatamos igualmente que existem perceções distorcidas sobre a relevância da participação dos pais e encarregados de educação na escola, dado que muitos professores não incentivam, não concedem espaço para a sua participação, e junta-se também o grave défice comunicacional entre professores e pais, que se converte inevitavelmente em estratégias desconexas e incoerentes. Verificamos que alguns destes obstáculos à aproximação entre a família e a escola mantêm os seus efeitos negativos, tais como: as convocatórias aos pais e familiares feitas com muito pouco tempo de antecedência, a incompatibilidade de horários para encontros com os pais e familiares. Portanto, juntamos a estas limitações a perceção de que as mesmas constituem pistas para melhoria da relação entre a família e escola, possibilitando uma aproximação profícua para o sucesso do processo de ensino-aprendizagem.
The present dissertation deals with the participation of the family in the teachinglearning process, from the point of view of students, teachers, and the School Direction of the 1st Cycle 1º de Agosto of the Municipality of Baía-Farta (Benguela, Angola) in order to examine the impact of the parents’ participation. The research problem concerns the need to promote family participation in the teaching-learning process. The general objective of the research is to analyze the participation of the family in the teaching-learning process that involves the teachers and students of the 7th grade. As for the methodological plan, it is a predominantly qualitative research approach, with a descriptive typology associated to the case study, although some data are analyzed in a statistical way. The empirical study was conducted through an interview (with 229 participants in general), and questionnaire survey (with 196 participants as a sample). The results revealed the passivity of the functioning of the parents' committee in the school, the social conditions that have a negative influence on the family and on their reduced participation in the school which has a detrimental effect on the teachinglearning process. We also found that there are distorted perceptions about the relevance of parental involvement in the school, as many teachers do not encourage, do not give space for their participation, and there is also a serious communication deficit between teachers and parents that converts inevitably into disconnected and incoherent strategies. We found that some of these obstacles to the collaborative relationship between school and familis remain very strong, such as: calls to parents and relatives made with very little time in advance, the incompatibility of schedules for meetings with parents and family. Therefore, we add to these limitations the perception that these are clues to improve the relationship between family and school, enabling a fruitful approach to the success of the teaching-learning process. Keywords: Parental participation; Family-school relationship;
URI: http://hdl.handle.net/11328/2136
Appears in Collections:REMIT - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TME 594 .pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.