Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1757
Title: Dificuldades antecipadas de adaptação ao ensino superior: Um estudo com alunos do primeiro ano
Other Titles: Anticipated adaptation difficulties to higher education: a study with first-year students
Authors: Araújo, Alexandra M.
Santos, Acácia Angeli dos
Noronha, Ana Paula
Zanon, Cristian
Ferreira, Joaquim Armando
Casanova, Joana R.
Almeida, Leandro S.
Keywords: Ensino superior
Estudantes
adaptação
Higher education
Students
Student adjustment
Issue Date: 2016
Citation: Araújo, A. M., Santos, A. A., Noronha, A. P., Zanon, C., Ferreira, J. A., Casanova, J., & Almeida, L. S. (2016). Dificuldades antecipadas de adaptação ao ensino superior: Um estudo com alunos do primeiro ano. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educacion, 3(2), 102-111. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/1757
Abstract: A qualidade da adaptação e sucesso no Ensino Superior está relacionada com características prévias dos estudantes, sendo que a literatura sugere diferenças de género, de tipos de estudos e de background familiar nos resultados dos estudantes. Além de variáveis socioculturais nesta determinação, variáveis mais sociocognitivas como as expetativas de resultado e a autoeficácia parecem influenciar as experiências adaptativas dos estudantes. Este estudo caracteriza as dificuldades antecipadas de adaptação de um grupo de 931 estudantes de uma universidade pública portuguesa, que acedem ao primeiro ano do Ensino Superior, uma semana antes do início das suas aulas. A análise das dificuldades antecipadas, avaliadas em três domínios – adaptação académica, integração social e autonomia -, é feita em função da área do curso frequentado, do sexo e do agrupamento em estudantes de primeira geração (pais sem frequência do Ensino Superior) ou estudantes de famílias com formação superior. Os resultados sugerem o impacto destas variáveis, sobretudo em termos da antecipação de dificuldades de integração social e autonomia, apontando para maiores dificuldades antecipadas nas mulheres, estudantes de primeira geração e estudantes de cursos de ciências sociais e humanas. Discutem-se implicações para a investigação e intervenção e contexto de Ensino Superior.
The quality of adaptation and success in Higher Education is related to students’ entry characteristics, as literature suggests the impact of gender, the field of studies, and family background on students’ results. In addition to sociocultural factors, social-cognitive variables such as outcome expectations and self-efficacy also influence students’ adaptation experiences. This study characterizes the anticipated difficulties presented by a group of 931 first-year students matriculating at a Portuguese public university, one week before the beginning of classes. The analysis of anticipated difficulties, assessed in three major domains – academic adjustment, social integration, and autonomy -, is conducted concerning the field of studies, sex, and grouping in first-generation (students’ whose parents do not have a college education) or students from families with higher education backgrounds. Findings suggest the impact of these variables, namely regarding anticipated social integration and autonomy difficulties, suggesting higher anticipated difficulties by women, first-generation students, and students in social sciences and humanities courses. The results are discussed regarding implications for research and intervention in Higher Education.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1757
ISSN: 1138-1663
Appears in Collections:INPP - Artigos em Revistas Internacionais / Papers in International Journals

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dificuldades Antecipadas de Adaptação ao Ensino Superior.pdf329.06 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.