Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1629
Title: Potencial de Criatividade e processos cognitivos: Contributos da aplicação das baterias EPoC e ECCOS
Authors: Lobo, Cristina Costa, orientador científico
Almeida, Leandro de, orientador científico
Oliveira, Mafalda Sousa
Keywords: Potencial criativo
Processos cognitivos
Contexto escolar
EPoC
ECCOs
Creative potential
Cognitive processes
School context
EPoC
ECCOs
Issue Date: 30-Sep-2016
Citation: Oliveira, M.S.(2016). Potencial de Criatividade e processos cognitivos: Contributos da aplicação das baterias EPoC e ECCOS. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/1629.
Abstract: Estado da arte: Sternberg (2012) define criatividade como a forma de raciocínio autónomo, autêntico e produtivo. Para o estudo deste constructo, torna-se necessário valorizar a importância que certas dimensões da personalidade exercem na criatividade (Almeida, Prieto, Ferrando, Oliveira e Ferrándiz, 2008). Relativamente à prática educativa, Bahia (2014) defende que nesta é convergida, em termos teóricos, a agregação da criatividade, do pensamento critico e da cooperação. Por outro lado, o potencial criativo acontece sempre que o individuo está perante uma tarefa e utiliza os recursos disponíveis para a realizar, produzindo desta forma, ideias ou trabalho (Lubart, Zenasni, e Barbot, 2013). Objetivos: Verificar em que medida os processos cognitivos estão relacionados com o potencial criativo, através da aplicação das baterias EPoC e ECCOs; sinalizar implicações do treino do potencial criativo para as respostas educativas; analisar se o desempenho cognitivo nas provas de pensamento convergente, avaliadas através da bateria EPoC, e nas provas de pensamento criativo, avaliadas através da bateria ECCOs, aumentam ou diminuem com a idade/ano escolaridade das crianças, verificando que, caso existam diferenças, estão relacionadas com a natureza cognitiva das provas. Método: Amostra não probabilística de conveniência, constituída por 30 alunos que frequentam o 1º, o 2º e o 4º ano do 1º ciclo do Ensino Básico português, em contexto público, no Norte do país. A recolha de dados decorreu entre Dezembro 2015 e Abril de 2016. Resultados: As provas que avaliam processos cognitivos centrados na compreensão e no raciocínio (QI) estão fortemente correlacionadas entre si e praticamente não estão relacionadas com as provas que avaliam os processos cognitivos da criatividade. Quando correlacionados os resultados obtidos nas provas de pensamento criativo verificou-se a existência de correlação mais elevada entre os resultados destas provas do que entre os resultados destas provas e os resultados das provas de QI. Destaca-se a existência de coeficientes distintos consoante a tipologia de pensamento e o tipo de conteúdo. Conclusão: A investigação realizada contribuiu para a identificação precoce de dificuldades de aprendizagem, assim como para a criação de intervenções futuras, quer a nível psicológico quer a nível educacional. No futuro, espera-se que o conhecimento concebido a partir dos estudos da criatividade, assim como do presente estudo, contribua para a expansão deste conceito a todos os níveis de ensino, de forma a atender todos os intervenientes neste contexto. Embora os resultados não sejam totalmente esclarecedores em alguns domínios é possível afirmar que é praticamente inexistente a relação entre os processos cognitivos, avaliados pela ECCOs, com o potencial criativo, avaliado pela EPoC. Deste modo, os resultados, embora à aquém do desejável, são satisfatórios e encorajadores para trabalho e investimento na temática, sendo este tema alvo de interesse ao nível da intervenção psicológica e uma prioridade na investigação ao nível do desenvolvimento cognitivo.
State of the art: Sternberg (2012) defines creativity like the form of autonomous, authentic and productive reasoning. For the study of this construct, it is made necessarily to value the importance that certain dimensions of the personality practice in the creativity (Almeida, Prieto, Ferrando, Oliveira and Ferrándiz, 2008). Relatively to the educative practice, Bahia (2014) defends that in this é converged, in theoretical terms, the aggregation of the creativity, of the thought is criticized by me and of the cooperation. On the other side, the creative potential happens whenever the individual is before a task and uses the available resources to carry out it, producing in this way, you devise or work (Lubart, Zenasni, and Barbot, 2013). Objectives: Check in what measured the cognitive processes they are connected with the creative potential, through the application of the batteries EPoC and ECCOs; signal implications of the training of the creative potential for the educative answers; analyze if in the proofs of convergent thought, valued through the battery EPoC, and in the proofs of creative thought, valued through the battery ECCOs, they increase the cognitive performance or they reduce with the age/year schooling of the children, checking what if they exist you distinguish, they are connected with the cognitive nature of the proofs. Method: Sample not probabilistic of convenience constituted by 30 pupils who frequent the 1st, the 2nd and the 4th year of the 1st cycle of the Portuguese Basic Teaching, in public context, in the North of the country. The process of data collection took place between December 2015 and April 2016. Results: The proofs that value cognitive processes centered in the understanding and in the reasoning (IQ) are strongly correlated between themselves and practically they are not connected with the proofs that value the cognitive processes of the creativity. When the results obtained in the proofs of creative thought were correlated there happened the existence of correlation most lifted up between the results of these proofs of what between the results of these proofs and the results of the proofs of IQ. The existence of different coefficients stands out according to the typology of divergent thought and the type of content. Conclusion: The fulfilled investigation contributed to the precocious identification of difficulties of apprenticeship, as well as to the creation of future interventions, want at psychological level he wants at education level. In the future, one hopes that the knowledge conceived from the studies of the creativity, as well as of the present study, contributes to the expansion of this concept at all the levels of teaching, of form when the intervenient ones are attending all in this context. Though the results are not totally explanatory in any powers it is possible to affirm that the relation is practically nonexistent between the cognitive processes valued by ECCOs, with the creative potential valued by EPoC. In this way, the results, though to on this side of desirable, they are satisfactory and encouraging for work and investment in the theme, being this white subject of interest at the level of the psychological intervention and a priority in the investigation at the level of the cognitive development.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1629
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 71.pdf611.86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.