Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1594
Title: Suporte social, stress percebido e bem-estar subjetivo em estudantes universitários do 1º ano.
Authors: Araújo, Alexandra M., orientador científico
Zenha, Graça Alexandra Costa
Keywords: Ensino Superior
Transição
Suporte social
Stress
Bem-estar
Higher education
Transition
Social support
Well-being
Issue Date: 26-Jul-2016
Citation: Zenha, G. A. C. (2016). Suporte social, stress percebido e bem-estar subjetivo em estudantes universitários do 1º ano. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/1594.
Abstract: No decorrer dos primeiros tempos no Ensino Superior, o estudante depara-se com vários fatores de stress relacionados com as mudanças e desafios do novo contexto em que se insere. A investigação tem vindo a apontar para a influência positiva do suporte social na gestão do stress em contexto universitário, permitindo um melhor ajustamento e integração académica e social. A perceção de suporte social pode funcionar como promotora geral do bem-estar (“main effect”), bem como proteger o indivíduo em relação ao stress, atenuando o seu efeito (“buffering hypothesis”). O presente estudo procura analisar as duas funções do suporte social numa amostra de estudantes do ensino superior privado português, uma população menos estudada no domínio. Participam neste estudo 380 estudantes do primeiro ano de uma Universidade privada no distrito do Porto. A maioria destes estudantes é do sexo feminino (57.1%), oscilando as suas idades entre os 17 e os 25 anos (M = 18.85; DP = 1.22). A seleção dos estudantes fez-se de modo a cumprir os critérios da adultez emergente. Os resultados do presente estudo permitiram confirmar que o suporte social se relaciona positivamente com o bem-estar subjetivo dos estudantes e contribui para a atenuação do efeito do stress nos mesmos, na sua relação com o bem-estar. Discute-se a relevância destes resultados e apontam-se sugestões para a investigação futura.
First-year students cope with several stress factors related to the changes and challenges presented by the new educational environment. Research has described the positive influence of social support on stress management in college, facilitating higher levels of adaptation and academic and social integration. Perceived social support may act as a promoter of general well-being (“main effect”) and as a stress-buffer, by protecting the person from the negative impact of stress, lessening its effect. The present study aimed to analyze the two functions of social support in a sample of first-year Higher Education students from a private school, a population that has been less researched. Participants included 380 first-year students from a private University at Porto. Most students are females (57.1%), and ages range from 17 to 25 years (M = 18.85, SD = 1.22). The selection of students was guided by emerging adulthood criteria. The study’s findings allowed to confirm that social support is positively related to subjective well-being and contributes to reduce the impact of stress, in its relation to well-being. We discuss the relevance of these results and present suggestions for future research.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1594
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 67.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.