Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1555
Title: Influência da sintomatologia psicopatológica e das dificuldades de regulação emocional dos progenitores nas representações de vinculação de adolescentes sinalizados pela CPCJ.
Authors: Conde, Ana, orientador científico
Afonseca, Joana Catarina Gonçalves
Keywords: Representações de vinculação
Dificuldades de regulação emocional
Sintomatologia psicopatológica
Adolescência
Attachment representations
Difficulties in emotional regulation
Psychopathology
Adolescence
Issue Date: 29-Oct-2015
Citation: Afonseca, J. C. G. (2015). Influência da sintomatologia psicopatológica e das dificuldades de regulação emocional dos progenitores nas representações de vinculação de adolescentes sinalizados pela CPCJ. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/1555.
Abstract: O presente estudo assume como hipótese teórica que a sintomatologia psicopatológica e as dificuldades de regulação emocional dos progenitores influenciam negativamente a vinculação dos adolescentes ao pai e à mãe. De acordo com a literatura crianças expostas a pais com sintomatologia psicopatológica mostram-se mais vulneráveis ao desenvolvimento de um estilo de vinculação inseguro/desorganizado (Madigan, Bakermans-Kranenburg, Van IJzendoorn, Moran, Pederson, & Benoit, 2006), ocorrendo o mesmo perante a exposição a um sistema de prestação de cuidados adverso (Madigan et. al., 2006). De igual forma, as diversas estratégias de regulação emocional têm sido apontadas como fatores de risco ou de proteção, para o desenvolvimento de psicopatologia (Duarte, 2014). A presente investigação pretendeu analisar o efeito preditor da sintomatologia psicopatológica e das dificuldades de regulação emocional dos progenitores ao nível das dimensões de representação da vinculação ao pai e à mãe de adolescentes sinalizados numa CPCJ. A amostra envolveu 67 adolescentes (36 do género masculino e 31 do género feminino), com idades compreendidas entre os 13 e os 18 anos de idade, e respetivos progenitores (67 pais e 67 mães), com idades entre os 31 e 56 anos. O estudo recorreu aos instrumentos de autorrelato, Questionário de Vinculação ao Pai e à Mãe (QVPM; Matos & Costa, 2001), o Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI; Canavarro, 1999), e por último, à Escala de Dificuldades de Regulação Emocional (EDRE; Coutinho, Ribeiro, Ferreirinha, & Dias, 2010). Os resultados demonstraram que os scores obtidos pelos progenitores nas subescalas falta de consciência emocional e falta de clareza emocional da EDRE se encontram significativamente associadas às dimensões da vinculação dos adolescentes (inibição da exploração e individualidade e qualidade do laço emocional na relação de vinculação do jovem à mãe). Relativamente à influência da sintomatologia psicopatológica dos progenitores nas representações de vinculação dos adolescentes verificou-se uma associação marginalmente significativa nas dimensões ansiedade, ideação paranóide e hostilidade de ambos os progenitores nas diferentes dimensões do QVPM, embora sem efeito preditor identificado. Conclui-se que, mais do que a sintomatologia psicopatológica, a capacidade de regulação emocional dos progenitores assume um impacto na predição do desenvolvimento de uma vinculação segura dos adolescentes e, consequentemente, um desenvolvimento adaptativo.
This study takes as a theoretical hypothesis that the psychopathological symptoms and difficulties in emotional regulation of parents have a negative influence in the attachment relationship of adolescents towards them. According to literature children exposed to parents with psychopathological symptoms are prone to show additional vulnerability to developing an insecure/disorganized attachment style (Madigan, Bakermans-Kranenburg, Van IJzendoorn, Moran, Pederson, & Benoit, 2006), the same occurring in cases of exposure to an adverse providing care system (Madigan et. al., 2006). Similarly, various strategies of emotion regulation have been identified as risk or protective factors for the development of psychopathology (Duarte, 2014). This investigation purpose to analyze the predictive effect of psychopathological symptoms as well as the difficulties in emotional regulation of parents regarding attachment representation dimensions towards the parents (mother and father, separately) of adolescents signaled in CPCJ. The sample involved 67 adolescents (36 males and 31 females), aged between 13 and 18, as well as their parents (67 fathers and 67 mothers), aged between 31 and 56 years. In order to attain the necessary data, self-report instruments were applied - Attachment Questionnaire to the Father and Mother (QVPM; Matos & Costa, 2001), the Psychopathological Symptom Inventory (BSI; Canavarro, 1999), and the Difficulties in Emotion Regulation Scale (EDRE; Coutinho, Ribeiro, Ferreirinha, & Dias, 2010). The results have shown that the scores obtained on the EDRE subscales lack of emotional awareness and lack of clarity from both parents are significantly related to adolescents’ attachment towards them (inhibition of exploration and individuality and quality of emotional bond on the attachment relationship of the adolescent to the mother). Regarding the parents’ psychopathological symptoms influence in adolescents’ attachment representations, a marginally significant association in their anxiety levels, paranoid ideation and hostility from both parents has been further found in the different QVPM dimensions, but without effect preditor identified. On the whole, it is apparent that the ability of parents’ emotion regulation assumes an impact in predicting the development of a consistent and secure attachment from adolescents (towards their patents) than their parents’ psychopathological symptoms and, therefore, an adaptive development.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1555
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 63.pdf871.68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.