Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1528
Title: Intervenção sociodramática em adultos com deficiência e incapacidade : Estudo de efetividade terapêutica.
Authors: Araújo, Maria, orientador científico
Sales, Célia, orientador científico
Ferreira, Patrícia Daniela Pinto
Keywords: Deficiência
Incapacidade
Intervenção sociodramática
efetividade
Disabilities
Disability
Sociodramatic intervention
Effectiveness
Issue Date: Dec-2015
Publisher: Universidade Portucalense
Citation: Ferreira, P. D. P. (2015). Intervenção sociodramática em adultos com deficiência e incapacidade: estudo de efetividade terapêutica. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/1528.
Abstract: A literatura tem demonstrado a eficácia do Psicodrama e Sociodrama em diversas problemáticas, no entanto são escassos os estudos de avaliação destas intervenções com pessoas com deficiência e incapacidade. Este estudo pretendeu avaliar a efetividade de uma intervenção sociodramática com pessoas com deficiência e incapacidade. Para tal, foram avaliados dois grupos naturais, um composto por 9 indivíduos que receberam intervenção sociodramática e outro composto por 10 indivíduos, que funcionou como grupo de controlo (não sujeito a esta intervenção, que recebeu apenas o tratamento habitual). A intervenção sociodramática decorreu no Centro de Reabilitação Profissional de Gaia ao longo de cinco meses, num total de 14 sessões. Todos os participantes foram avaliados em três momentos (em pré-teste, pósteste e follow-up de 1 mês) nas seguintes variáveis dependentes: distress psicológico (através do CORE-OM), espontaneidade (através do SAI-R) e competências sociais (através do EHS). Adicionalmente, foi aplicado a todos os participantes como medida de monitorização do processo a escala reduzida de distress psicológico (CORE 10). Por último, foi avaliado, no grupo experimental, o número de problemas e a intensidade dos mesmos no final de cada sessão, através de um questionário pessoal de problemas (PQ), construído inicialmente com cada participante. A análise de dados recorreu ao SPSS, para testar o efeito da intervenção ao longo do tempo nos dois grupos com recurso aos testes não-paramétricos teste de Mann- Whitney, teste de Friedman e ao teste de Wilcoxon. Os principais resultados revelaram uma diminuição estatisticamente significativa nos níveis de distress psicológico (avaliado pelo CORE-10) no grupo experimental. Foi ainda encontrada uma diminuição estatisticamente significativa nos níveis de espontaneidade no grupo de controlo e uma diminuição estatisticamente significativas das competências sociais percebidas no que concerne à escala total e em duas das suas dimensões ‘Autoexpressão em situações sociais’ e ‘Expressão de incómodo ou desconforto’, no grupo experimental. Por fim, verificou-se uma diminuição estatisticamente significativa do número de problemas entre a primeira e a última sessão sociodramática. Nem todos os resultados obtidos foram conforme o esperado, levantando-se hipóteses de outras variáveis mediadoras importantes a controlar em estudos futuros, nomeadamente os níveis de stress e de selfawareness.
The literature has demonstrated the effectiveness of Psychodrama and Sociodrama on several issues, however there are only a few studies evaluating these interventions with people with disabilities and disability. This study aimed to evaluate the effectiveness of a Sociodramatic intervention with people with disabilities and disability. To this end, they evaluated two natural groups, one composed of 9 individuals who received Sociodramatic intervention and the other composed of 10 individuals, which acted as the control group (not subject to this intervention that received only the standard treatment). The Sociodramatic intervention took place in Centro de Reabilitação Profissional de Gaia over five months in a total of 14 sessions. All participants were evaluated three times (pre-test, post-test and follow-up of 1 month) the following dependent variables: psychological distress (through CORE-OM), spontaneity (through SAI-R) and skills social (through EHS). Additionally, it was applied to all participants as process monitoring as the reduced scale psychological distress (CORE 10). Finally, it has been evaluated in the experimental group, the number of problems and the intensity thereof at the end of each session through a personal survey problems (PQ) initially constructed with each participant. The data analysis used the SPSS, to test the effect of the intervention over time in both groups using the non-parametric Mann-Whitney test, Friedman test and the Wilcoxon test. The main results showed a statistically significant decrease in the levels of psychological distress (estimated at CORE-10) in the experimental group. It was also a statistically significant decrease in spontaneous levels in the control group and statistically significant reduction in social skills perceived with respect to the total scale and in two of its dimensions 'self-expression in social situations’ and ‘hassle of expression or discomfort' in the experimental group. Finally, there was a statistically significant decrease in the number of problems between the first and last Sociodramatic session. Not all results were as expected, rising chances of mediating other important variables to control in future studies, particularly the levels of stress and self-awareness.
Description: Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1528
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 57.pdf1.79 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.