Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1284
Title: Desenvolvimento de uma escala de avaliação psicológica.
Authors: Rebelo, Hugo Alexandre Pinho
Keywords: Escala
Validação
Sintomatologia psicoclínica
Scale
Validation
Psychological Clinical symptoms
Issue Date: Jun-2015
Publisher: Universidade Portucalense
Citation: Rebelo, H. A. P. (2015). Desenvolvimento de uma escala de avaliação psicológica. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal.
Abstract: A evolução da Avaliação Psicológica passa, segundo os mais diversos autores, pelo aperfeiçoamento das práticas de testagem psicológica aprofundando o conhecimento relativo à sua construção e aos processos de validação inerentes à mesma. Para que esta se torne uma mais valia é necessário assim ultrapassar diversos desafios de forma a que os instrumentos de avaliação se tornem adequados e fundamentados. O estado da testagem psicológica em Portugal é visto como “enfermo” (Simões, 1955), caracterizado pela falta de uma validação rigorosa nos instrumentos usados, condicionada por interesses comerciais e por ser bastante limitada aos testes tradicionais, sendo estes quase sempre desenvolvidos de raiz em outros países, o que faz com que a nossa contribuição passe apenas pela validação do que já é aceite nesses mesmos países. Esta dissertação tem como objetivo construir uma escala de avaliação psicoclínica para a população portuguesa que cumpra critérios de validação exigentes, tentando assim colmatar as falhas encontradas em alguns dos seus principais instrumentos a nível de processos de validação, assim como o seu custo dispendioso. A parte metodológica deste trabalho aborda, numa primeira instância, o processo de construção dos itens e a validade de conteúdo dos mesmos. Seguidamente apresentamos os testes de validação realizados para a nossa escala, designadamente a análise fatorial, a validade discriminante (convergente e divergente) e a consistência interna (através do Alpha de Cronbach). Adicionalmente, são apresentados os valores normativos da escala. Concluiu-se, através dos resultados, que o teste apresenta boas propriedades psicométricas e que os construtos, de uma forma geral, medem aquilo a que se propuseram medir, designadamente os indicadores de sintomatologia psicoclínica (Depressão, Ansiedade, Psicoticismo, Obsessivo-Compulsividade; Hipertimia e Fobia) e os indicadores de áreas importantes para o clínico (Sono, Sexo, Auto-Estima, Suicídio e Ideias Auto-Lesivas, Pânico). A última parte da dissertação envolve recomendações para dar continuidade a este processo de construção e validação da nossa escala de sintomatologia psicoclínica.
The evolution of Psychological Assessment requires, according with major authors, the improvement of psychological testing practices, deepening the knowledge relative to its construction and its processes of validation. In order to make psychological testing an asset it’s required to exceed several challenges so that assessment instruments can be suitable and grounded. The state of psychological testing in Portugal is seen as “sick” (Simões, 1995), and is characterized by lack of rigorous validation of the used instruments, conditioned by commercial interests and for being limited to the traditional tests. This tests are almost ever developed from root in other country’s making our contribution limited only to validation processes of what’s already accepted in those other country’s This dissertation has the objective of building a scale of psychological clinical assessment to the Portuguese population following demanding validation criteria, trying this way to bridge the flaws founded in some of its instruments on what concerns to validation processes and also their expensive cost. The methodological part of this thesis approach, in a first instance, the item building process and its content validity. Then we will present the validation procedures that were performed to our scale, namely the factor analysis, the discriminant validity (divergent and convergent) and the internal consistency (Cronbach’s Alpha). Additionally it will be presented the normative values of the scale. We’ve concluded, by the results, that our test presents good psychometric properties and that the constructs are, in a general way, measuring what they proposed to measure, namely the psychological clinical symptomatology indicators (Depression, Anxiety, Psychoticism, Obsessive-Compulsiveness, Hyperthimia and Phobia) and the indicators of important areas for the clinical (Sleep, Sex, Self-Esteem, Suicide and Self-Harming Ideas, Panic). The last part of this dissertation involves recommendations to continue this process of construction and validation of our psychological clinical symptoms.
Description: Dissertação de Mestrado Em Psicologia Clínica e da Saúde.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1284
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 47.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.