Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/2298
Title: Vinculação e funcionamento psicológico em vítimas de violência no contexto de um relacionamento amoroso
Authors: Conde, Ana, orientador científico
Azevedo, Andreia Isabel de Almeida
Keywords: Violência doméstica
Relações abusivas
Vinculação amorosa
Resolução de problemas
Issue Date: 24-Jul-2018
Citation: Azevedo, A. I. A. (2018). Vinculação e funcionamento psicológico em vítimas de violência no contexto de um relacionamento amoroso. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/2298
Abstract: A violência doméstica é um fenómeno que possuí, para a vítima, um conjunto de impactos que vão para além das consequências físicas. A literatura na área permite verificar que a experiência de vitimação influencia e é influenciada pelos padrões de vinculação da vítima relativamente ao agressor, bem como a capacidade de mobilizar adequadamente estratégias de resolução de problemas (e.g., Allison et al., 2008; Godbout et al., 2016; Hare, Miga, & Allen, 2009; Rizo, 2015). Este estudo teve como objetivo analisar a vinculação amorosa e as estratégias de resolução de problemas de mulheres vítimas de violência por parte do parceiro amoroso. Recorrendo a uma amostra de 57 mulheres vítimas de violência (psicológica, física e sexual), recrutadas em casas abrigo e gabinetes de apoio à vítima, avaliou-se os constructos recorrendo a um Questionário sociodemográfico, Questionário de experiência de vitimação, Questionário de vinculação amorosa e ao Questionário de resolução de problemas. Os resultados do estudo demonstram que em 64,3% dos casos o agressor era um excompanheiro e que a violência psicológica era o tipo de violência mais prevalecente a prevalecer, seguindo-se da violência física. Relativamente às estratégias de resolução de problemas, os resultados mostraram que as vítimas tendiam a mobilizar estratégias de planificação e resolução de problemas quando o agressor é o atual companheiro, comparativamente às mulheres cujo agressor era o ex-companheiro. Os padrões de vinculação amorosa que mais se evidenciaram foram os padrões Desinvestido (n=18) e Seguro (n=17). Não se verificaram neste estudo associações entre os padrões de vinculação e as estratégias de resolução de problemas. Em suma, traz um conjunto de implicações práticas, tais como uma ampliação da compreensão da importância dos vínculos amorosos nas relações abusivas e consequentemente o seu impacto ao nível da resolução de problemas. Este acresce da sua importância aquando a intervenção junto de mulheres vítimas de violência por parte do parceiro amoroso.
Domestic violence is a phenomena that has, for the victim, na impact that goes beyond the phisical consequences.The literature in the area allows us to verify that the victimization influences and it is influenced by the victims attachment patterns to the offender, as well as the ability to properly mobilize problem-solving strategies (e.g., Allison et al., 2008; Godbout et al., 2016; Hare, Miga, & Allen, 2009; Rizo, 2015). This study aimed the analysis of romantic attachment and problem solving among women victim of violence by a romantic partner. Using a sample of 57 women victim of violence (psychological, physical and sexual), recruited in women shelters and victims of violence support centers, the central constructs were evaluated using a Demographic questionaire, a Victims experiencial questionaire, the romantic attanchment questionaire and the problem solving questionaire. The results of this present study show that in 64,3% of the cases, the offender was an ex partner and also show that the psychological violence is the most prevalent, followed by physical violence. Regardind to the problem-solving stretagies, the results show that the victims tended to use problem solving and planing strategies when the offender is the actual partner, compared to the other victims wich the offender was the ex-partner. The romantic attachment styles that became more evindet were the Dismissing (n=18) and Secure (n=17). In this study, there were no linkage between the attachment patterns and the problem-solving strategies. In sum, this study has a number of practical implications, such as a broader understanding of the importance of loving relationships in abusive relationships and consequently their impact on problem solving. This adds to its importance when intervening with women victims of violence by the loving partner.
URI: http://hdl.handle.net/11328/2298
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 116.pdf544.12 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.