Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/2120
Title: Preditores da metacognição: estudo exploratório com estudantes do ensino secundário
Authors: Costa-Lobo, Cristina, orientador científico
Galinha, Iolanda Costa, orientador científico
Silva, Patrícia Ferreira
Keywords: Metacognição
Afetividade
Personalidade
Ensino Secundário
Metacognitive
Affectivity
Personality
Secondary School
Issue Date: 2-Feb-2018
Citation: Silva, P. F. (2018). Preditores da metacognição: estudo exploratório com estudantes do ensino secundário. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repsoitório UPT, http://hdl.handle.net/11328/2120
Abstract: A visão contemporânea da adolescência tem caminhado em direção às contribuições da Psicologia positiva, perspetivando a saúde de modo integral e investindo sobre o estudo e a intervenção no bem-estar e na qualidade de vida. O presente estudo tem como objetivo investigar o efeito da afetividade e da personalidade na metacognição de estudantes do ensino secundário. Este trabalho procura também compreender, de forma exploratória e à luz do modelo Big-Five, a associação de características da personalidade com a variável afetividade. Adotou-se uma metodologia quantitativa e transversal, com uma amostra não probabilística de 186 estudantes, com idades compreendidas entre os 14 e os 19 anos (M = 15.95; DP = 1.11), a frequentarem o ensino secundário em duas escolas do norte de Portugal. Para a recolha de dados foram contempladas medidas sociodemográficas e escolares, uma escala para avaliar a capacidade metacognitiva, administrou-se uma medida de autoavaliação da afetividade negativa e da afetividade positiva e acedeu-se a informações respeitantes à extroversão e ao neuroticismo com recurso a um inventário de personalidade. Recorreu-se a procedimentos de análise da sensibilidade e da fiabilidade dos instrumentos utilizados, bem como a correlações e a regressões múltiplas hierárquicas das variáveis do estudo. Os resultados evidenciam que a afetividade positiva e o género são preditores da metacognição, destacando-se como produto desta investigação, esquemas integrativos da predição da metacognição e da predição da afetividade positiva. Estes resultados permitem compreender vários fatores que poderão incrementar a previsão do rendimento escolar de alunos do ensino secundário, pelo que devem ser tidos em consideração em futuras intervenções que visem a promoção do sucesso escolar e bemestar em estudantes do ensino secundário. São discutidas implicações do estudo, limitações e são expostas sugestões para estudos futuros.
The contemporary vision of adolescence walked toward the contributions of positive Psychology, regarding the health of full mode and investing on the study and the intervention on the well-being and quality of life. The present study aims to investigate the effect of affectivity and personality on metacognitive in secondary school students. This work tries to understand, in a exploratory way and through the "Big-Five Model", the association of personality characteristics with the variable affectivity. A quantitative and transversal methodology was adopted, with a non-probability sample of 186 students, aged between 14 and 19 years (M = 15.95; DP = 1.11), that attend his secondary education in two schools in the North of Portugal. For the collection of data was included sociodemographic and school measures, a scale for the measuring Metacognitive ability, managed a self-assessment measure of positive and negative affectivity and accessed information relating to extroversion and neuroticism with the help of personality inventory. Procedures were used to analyze the sensitivity and reliability of the instruments used, as well as correlations and multiple hierarchical regressions of the study variables. The results show that positive affectivity and gender are predictors of metacognition, highlighting as a product of this investigation, integrative schemes of metacognition prediction and prediction of positive affectivity. These are the best results of secondary education and are therefore considered in future interventions to promote school success and well-being in secondary school students. Implications of the study, limitations, and suggestions for future studies are discussed.
URI: http://hdl.handle.net/11328/2120
Appears in Collections:INPP - Dissertações de Mestrado / MSc Dissertations

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TMPS 110_Sem anexos.pdf558.51 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.