Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11328/1145
Title: Diferença Cultural e Democracia: identidade, cidadania e tolerância na relação entre maioria e minorias
Authors: Nata, Gil
Issue Date: 2011
Publisher: ACIDI
Citation: Nata, G. (2011). Diferença Cultural e Democracia: identidade, cidadania e tolerância na relação entre maioria e minorias. Vol. 35 da Colecção Teses sobre Imigração e Diálogo Intercultural. Lisboa: ACIDI (ISBN: 978-989-685-040-1).
Abstract: Num mundo em progressiva globalização, os encontros e desencontros entre diferentes culturas são cada vez mais frequentes, trazendo consigo novos e difíceis desafios para as democracias e para o conjunto dos seus cidadãos. Partindo da convicção que as relações entre diferentes grupos culturais são construídas de forma diádica e dialéctica pelos respectivos actores, e que só através do acesso à pluralidade das perspectivas em jogo, podemos alcançar uma compreensão profunda das problemáticas existentes, realizámos três estudos que procuram dar conta de aspectos importantes das relações entre a maioria e duas minorias culturais no contexto português, designadamente os ciganos e os imigrantes de Leste. No primeiro estudo, entrevistámos líderes de quatro associações de de- fesa dos direitos e interesses das referidas minorias, questionando-os sobre os principais problemas que estas enfrentam, bem como sobre a participação e o mundo associativo das e pelas minorias. No segundo estudo, organizou-se um grupo focalizado com jovens ciganos, de forma a explorarmos as características que constituem a identidade cigana, as diferenças estruturadas com base no sexo, as mudanças geracionais em curso, a experiência de discriminação, e a (difícil) relação da comunidade com a escola. O terceiro estudo foi realizado através de questionário, a uma amostra de pouco mais de 500 sujeitos dos distritos de Porto e Braga, e teve como objectivo analisar a contribuição de um conjunto alargado de variáveis no suporte a direitos das minorias. Para este efeito, desenvol- vemos a Escala de Suporte a Direitos das Minorias, cujas três dimensões – direitos individuais, direitos culturais e discriminação positiva – serviram de variáveis dependentes. Sucintamente, os resultados demonstram a pertinência de considerar o papel activo e determinante que as minorias desempenham na constru- ção da sua diferença e dos seus diferentes, permitindo-nos reenquadrar algumas das complexas questões suscitadas no relacionamento entre estas e a maioria (e/ou instituições democráticas, como por exemplo a escola), a partir de outros discursos, ou melhor, dos discursos dos nossos “outros” sobre si próprios (e por vezes sobre nós). Discutimos, ainda, os factores mais relevantes no suporte aos direitos das minorias culturais por parte da população maioritária.
URI: http://hdl.handle.net/11328/1145
ISBN: 978-989-685-040-1
Appears in Collections:INPP - Livros e capítulos de livros / Books and book chapters

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese35_Gil Nata.pdf3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.